Hipertensão

Hipertensão: 5 dicas para controlá-la em casa

Geralmente, quem recebe um diagnóstico de hipertensão pode ficar um pouco preocupado em relação ao que fazer para manter o controle. Os medicamentos estão na primeira linha, mas e quanto as outras ações para melhorar a saúde? O que poderia ser feito no dia a dia?

A seguir, separamos algumas dicas que você pode aplicar para ajudar a controlar a hipertensão em casa. Acompanhe e saiba o que fazer!

Hipertensão controlada em casa, veja a lista

1. Procure cuidar do peso extra

Normalmente, a hipertensão aumenta conforme os quilos extras surgem. Sendo assim, encontrar formas de perder peso entra na lista das melhores práticas para controlar a pressão alta. Além disso, é bom lembrar que o excesso de peso pode ocasionar problemas respiratórios durante o sono, e isso contribui ainda mais para aumentar os níveis da pressão alta.

2. Diminua o consumo de sal

Não dá para falar sobre hipertensão sem colocar o sal no meio do tema. Bom, o recomendado por várias entidades de saúde é que o ser humano consuma por dia no máximo 5 gramas. Porém, o brasileiro ingere mais que o dobre disso, muitas vezes sem perceber.

Uma maneira bem simples de reduzir o consumo de sal é investir em temperos naturais. Além disso, vale a pena evitar o consumo de alimentos processados e industrializados como, por exemplo, enlatados, congelados, embutidos e os deliciosos salgadinhos de pacote.

3. Comece a se exercitar

Praticar qualquer atividade física regularmente é outra excelente ferramenta para manter a hipertensão sob controle. O recomendado é cerca de 150 minutos por semana. Isso daria algo em torno de 30 minutos diários. Todavia, o fator mais importante aqui não é a atividade escolhida, e sim, a consistência. Afinal, se você parar de se exercitar sua pressão pode voltar a subir.

4. Evite o cigarro, para controle da hipertensão

O maior problema do cigarro, além do câncer, é que as substâncias presentes nele provocam a contração dos vasos sanguíneos. E como é um processo contínuo devido ao vício o fumante pode sentir os impactos do aumento da pressão arterial de forma progressiva. Além disso, o hábito também aumenta os riscos de infarto e AVC.

Hoje é possível encontrar uma série de tratamentos de suporte para quem deseja largar o cigarro, de grupos de apoio a medicamentos.

5. Tente reduzir o estresse

Todos nós ficamos estressados em alguns momentos de nossa vida. Os maiores riscos estão relacionados às pessoas que sofrem com um quadro de estresse crônico. No entanto, mesmo os episódios ocasionais podem afetar a pressão arterial.

A situação se torna ainda mais complicada quando a pessoa “desconta” o estresse em alimentos pouco saudáveis, no cigarro e em bebidas alcoólicas. Sendo assim, vale a pena separar um momento para investigar a raiz ou causa de seu estresse. Por exemplo, pode ser que você esteja acumulando tarefas em excesso no trabalho, logo, a saída é delegar ou tentar reorganizar suas atribuições.

Uma dica muito útil é encontrar um hobby. Ler um livro, dar uma volta no parque, pedalar, assistir um filme ou dançar, seja qual for o lazer, se fizer você se distrair, se sentir melhor consigo e mais leve, vale a pena.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cardiologista em Uberlândia

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp