dores no peito

8 possíveis causas de dores no peito

As dores no peito realmente são um sintoma preocupante e que merecem atenção, mas nem sempre ela estão associadas a uma doença grave subjacente. Por vezes a manifestação não tem relação com quadros de maior gravidade, mesmo assim, é importante observar a intensidade, localização específica, frequência e recorrência da dor.

Logo que se fala em dor no peito, relacionamos esse sintoma a problemas no coração, como por exemplo, infarto ou angina. Entretanto, estudos recentes revelaram que apenas 11% dos pacientes que apresentam dor nessa região têm, de fato, algum problema cardiovascular. Os outros 89% sentem as dores por outros motivos.

Quer saber quais são as principais causas de dor e desconforto no peito? Confira a lista do que pode ser.

Infarto

A dor persistente por mais de 20 minutos do lado esquerdo do peito, que pode irradiar para o braço, mandíbula e pescoço, é um dos sinais de infarto. Essa sensação pode vir acompanhada de dormência, náuseas, vômito, sudorese fria e dificuldades respiratórias.

Angina

Quando a dor é localizada no meio do peito e se apresenta em forma de aperto, pressão desconforto, ardor, pontada ou choque, ela pode ser resultado da redução de sangue no coração, o que altera o funcionamento do órgão. A angina pode ser consequência de esforço físico ou estresse intenso, assim, tende a se manifestar juntamente com sintomas como falta de ar, sudorese excessiva, hipotensão e palidez.

Costocondrite

A costocondrite é uma inflamação na cartilagem que une uma costela ao osso esterno, o que também pode gerar dor no peito. Os sintomas dessa condição incluem também o inchaço, dores articulares e pressão no local. Consequentemente, pode se intensifica ao deitar,  tossir e respirar profundamente.

Arritmia cardíaca

As alterações na frequência cardíaca também podem levar o indivíduo a sentir dores no peito. Quando o coração bate de forma irregular, muito rápido ou muito devagar, isso costuma atrapalhar o bombeamento do sangue, que pode se tornar insuficiente e acabar comprometendo o funcionamento de órgãos essenciais, como o cérebro e o próprio coração. Assim, sintomas como a dor no peito, cansaço, mal estar, fraqueza, falta de ar, tontura, suor frio, palidez e desmaios, podem estar relacionados.

Arteriosclerose

Arteriosclerose é o espessamento e perda de elasticidade na parede das artérias. A causa mais comum é acúmulo de gordura no interior dos vasos que levam oxigênio e sangue para o coração, cérebro e outras partes do corpo. Consequentemente pode aumenta a pressão arterial e pode, também, gerar dores.

Problemas Gastrointestinais

Como já foi mencionado, dor no peito não se limita a problemas cardiovasculares. Ela pode ser fruto, por exemplo, de refluxo gastroesofágico, esofagite, úlceras gástricas e até gases. Problemas como colelitíase (cálculos biliares) ou colecistite (inflamação da vesícula biliar) também podem causar dor no peito.

Essa dor tende a ser repentina e aguda, podendo estar associados a náuseas, vômitos, falta de apetite e, mais raramente, febre. 

Inflamações em órgãos e outras estruturas

A dor no peito também pode ser indício de gastrite (inflamação no estômago), hepatite (inflamação no fígado), pleurisia (inflamação na pleura, membrana que reveste o pulmão), pericardite (inflamação no pericárdio, membrana que recobre o coração), marsite (inflamação nas mamas).

Outras causas de dores no peito

Dores no peito podem ser decorrentes de lesões nos músculos, sejam elas provocadas por inflações, infecções, fraturas, ou agressão nas costelas. Além disso, podem estar relacionadas com distúrbios pulmonares, como pneumotórax, pneumonia, embolia pulmonar, hipertensão pulmonar e câncer de pulmão. Entre outras causas vale citar a ansiedade, estresse, ataque de pânico,  artrite, pressão alta, fibromialgia, herpes zoster, cardiomiopatia, miocardite, estenose da válvula aórtica, etc.

Quer saber um pouco mais sobre dor no peito? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cardiologista em Uberlândia

Comentários
Avatar

Posted by Dr. André Navarro