tabagismo

Como o tabagismo afeta a saúde do coração?

Os males que o tabagismo provoca no pulmão e a grande contribuição deste vício para o surgimento do câncer, o ato de fumar ainda prejudica o coração do fumante e de quem respira sua fumaça. Atualmente, este hábito está dentre os principais fatores que contribuem para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

O vício em cigarro também provoca a aceleração do processo de oxidação do colesterol, aumentando as chances de formação da placa de aterosclerose.

Como o tabagismo afeta o coração?

Nos fumantes, os compostos químicos que são encontrados no tabaco entram diretamente na corrente sanguínea. Algumas dessas substâncias enviam alguns tipos de sinais para o coração, alterando o funcionamento desse órgão.

Os compostos químicos e as diversas substâncias que estão presentes no cigarro afetam significativamente as paredes internas dos vasos sanguíneos, facilitando o depósito de gordura e, além disso, causa a redução do HDL, o chamado bom colesterol, reduzindo a capacidade do organismo de previnir esse acúmulo.

Com o tempo, esses efeitos negativos do tabaco tendem a ser cada vez mais evidentes, fazendo com que a pessoa piore de forma contínua e tenha cada vez menos qualidade de vida.

E tem mais. A trombose é outra doença cujos riscos de ocorrer aumentam significativamente no fumante. Esse problema de saúde é caracterizado pela formação de coágulos sanguíneos , os trombos, responsáveis por provocar a obstrução parcial ou total do vaso.

As substâncias tóxicas que entram no corpo, oriundas do tabagismo, também podem estar relacionadas com o surgimento e/ou o agravamento da pressão arterial alta.

Além disso, há um fator que todo fumante precisa considerar seriamente: as enfermidades relacionadas ao cigarro provocam doenças graves. Tais doenças podem deixar sequelas complexas, tornando o indivíduo extremamente limitado e até mesmo levando-o ao óbito.

Quem não fuma também sofre

A pessoa que não fuma aspira a fumaça liberada pelo fumante. Atualmente, há uma série de pesquisas demonstrando que fumantes adultos podem afetar significativamente a vida das crianças.

Além disso, as chances de que a criança adote o vício e ingresse em uma vida sem saúde são altas. De fato, não é fácil e muito menos rápido deixar o tabagismo, no entanto, vale a pena, mesmo com todas as tentativas falhas e recaídas.

Como fica o coração de quem para de fumar?

Largar o vício é uma das melhores coisas que o fumante pode fazer pela própria vida e pela saúde cardiovascular. Ao deixar de lado o cigarro, há uma redução de 50% do risco de infarto já nos primeiros 3 anos. Além disso, ocorre a diminuição das chances de que outras doenças surjam.

Porém, a jornada é longa. A maioria dos tabagistas deve passar cerca de 10 anos sem o cigarro para que a saúde cardiovascular se equipare com a de um não fumante.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder os seus comentários sobre esse assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cardiologista em Uberlândia.

Comentários
Avatar

Posted by Dr. André Navarro