cardiologista

Quais são as doenças tratadas pelo cardiologista?

Quais são as doenças tratadas pelo cardiologista?

O médico cardiologista é o profissional que trata as doenças que acometem o coração e outros componentes do sistema circulatório.

Você conhece as patologias que são tratadas pela área de cardiologia? Há dezenas de problemas cardiovasculares, e alguns deles são extremamente graves, podendo colocar em risco a saúde do paciente. Porém, a maioria pode ser controlada com o tratamento adequado.

Por isso, neste artigo, vamos relacionar as principais doenças tratadas pelo médico cardiologista. Confira!

Doenças tratadas pelo cardiologista

Arritmia cardíaca

A arritmia causa sensação de desconforto provocada pela aceleração ou desaceleração nos batimentos cardíacos, ou seja, o coração não está batendo no seu rimo normal.

Hipertensão arterial

Conhecida como pressão alta, a hipertensão é uma doença crônica, e muitas vezes silenciosa, que pode ter causa hereditária ou ser decorrente de hábitos não saudáveis.

Hipotensão arterial

Ao contrário da pressão alta, neste quadro, o sangue é bombeado com menos força, podendo causar sintomas como desmaios, sonolência, tontura e confusão mental.

Insuficiência cardíaca

A insuficiência cardíaca acontece quando os músculos do coração perdem força para bombear o sangue rico em oxigênio para o restante do corpo. Os paciente normalmente evoluem com falta de ar, cansaço ou inchaço nas pernas.

Doença da aorta

A aorta é uma artéria importante para a circulação sanguínea. Ela sai do lado esquerdo do coração e é o primeiro local por onde passa o sangue que vai para o resto do corpo.

Qualquer patologia que acometa esse vaso é preocupante e, entre elas, estão o aneurisma de aorta, aterosclerose na aorta, entre outras.

Cardiopatia congênita

A cardiopatia congênita é qualquer anormalidade da estrutura do coração que surge quando o bebê ainda está na barriga da mãe.

Aterosclerose

É a formação de placas de gordura no interior das artérias, o que dificulta a passagem do sangue.

Infarto do miocárdio

O infarto acontece quando há a interrupção do sangue que vai para o miocárdio, que é o músculo do coração. O bloqueio do sangue é provocado por placas decorrentes da aterosclerose.

Angina

Outra condição também provocada pela aterosclerose. Na angina, há o estreitamento das artérias que levam sangue ao coração, restringindo o fluxo de sangue, ocasionando dor.

Cardiomiopatia

A cardiomiopatia é uma doença no músculo do coração que faz com que ele não faça o bombeamento do sangue de forma adequada.

Doenças Valvulares

Conhecido também como sopro no coração, é verificado quando a válvula não se fecha ou se abre corretamente, com isso, pode haver a dificuldade de bombeamento de sangue, provocando sintomas como arritmias, tonturas e vertigens.

O médico cardiologia também cuida de doenças que acometem os pulmões, já que esses órgãos trabalham em associação com o coração e com os vasos sanguíneos para levar oxigênio e nutrientes para todo o corpo.

Entre os problemas pulmonares tratados pela cardiologia, estão a embolia pulmonar, a hipertensão pulmonar e a cor pulmonale.

Também tratam doenças metabólicas como a dislipidemia, colesterol e triglicérides alto, e diabetes.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cardiologista em Uberlândia

Posted by Dr. André Navarro in Todos
Você sabe o momento certo de procurar um cardiologista?

Você sabe o momento certo de procurar um cardiologista?

Para entender a importância do cardiologista, o primeiro passo a ser dado é tentarmos entender como funciona o sistema cardiovascular.

Trata-se de um sistema que tem a finalidade de levar nutrientes a todo o corpo humano, do cérebro aos membros. Esse fluxo é feito através dos vasos sanguíneos. As artérias são os vasos responsáveis por levar oxigênio e nutrientes aos órgãos através do sangue. As veias levam o sangue de volta ao coração para ele ser oxigenado nos pulmões e reenviado às artérias, em um ciclo ininterrupto.

Observe que o coração é o centro desse sistema. Imagine um sistema de irrigação. O coração é a bomba. O que acontece quando a bomba falha, perdendo força e capacidade? Todo o sistema fica comprometido, não é verdade?

Isso explica porque as doenças cardíacas são a maior causa de morte no Brasil e no mundo. Os problemas cardíacos matam mais 360 mil pessoas anualmente no Brasil. É muita gente, não é mesmo? E você, certamente, não tem a menor intenção de fazer parte dessas estatísticas. Para isso, é preciso se cuidar, o que inclui adotar um estilo e vida que seja favorável à saúde do coração. Logo, conhecer o coração envolve a consulta com o cardiologista.

Primeira consulta

A questão é: quando fazer a primeira consulta? A recomendação é que a primeira consulta seja feita o quanto antes, mesmo quando você se sente jovem e saudável. Sempre é bom fazer uma investigação preliminar. Além disso, o especialista em cardiologia poderá ajudar o indivíduo com uma série de informações sobre como proceder quanto a prevenção contra transtornos, o que aponta para a alimentação e para a prática de exercícios físicos. Além disso, uma consulta enquanto jovem ajudará a identificar os riscos cardíacos do paciente.

Outro detalhe importante é o acompanhamento. Dependendo do paciente, as consultas auxiliares devem acontecer de forma regular e sistemática. Devem fazer a primeira visita regular aos 30 anos os homens que possuem histórico familiar de cardiopatias. Mulheres na mesma situação devem iniciar a rotina aos 40 anos.

Se não há fatores de risco identificados, a rotina deve ser iniciada aos 45 anos pelos homens e aos 50 anos pelas mulheres. Não obstante, há alguns sintomas que chamam a atenção. Cansaço e falta de ar quando o paciente submete o corpo a esforços físicos, assim como dores no peito em momentos de estresse.  Semelhantemente, dores de cabeça não identificadas por causas oftalmológicas ou neurológicas, são sinais de alerta de que pode haver algo errado com o coração. Nesses casos, procurar o cardiologista é recomendável em qualquer idade.

A obesidade é outra razão que deve antecipar a visita ao especialista, além do tabagismo e da má alimentação clássica, aquela à base de fast food, produtos industrializados e ricos em gordura.

Portanto, analise em que situação você se enquadra e procure o cardiologista. Esse especialista te ajudará no que for necessário.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cardiologista em Uberlândia e Ipameri.

Posted by Dr. André Navarro in Todos