prática de atividade física

Os benefícios da prática de atividade física para o coração

Os benefícios da prática de atividade física para o coração

Segundo estudo da Universidade de São Paulo (USP), a realização de atividade física facilita a remoção de mitocôndrias disfuncionais nas células cardíacas, aumentando as evidencias que essa prática é capaz de proteger o coração.

Neste post, iremos nos aprofundar sobre os principais benefícios que as os exercícios trazem para a sua saúde cardiovascular. Ficou interessado em saber mais? Então, continue a leitura.

Qual a relação entre a prática de atividade física e o coração?

Os benefícios dos exercícios físicos para o corpo já são conhecidos pela população, pois, melhoram a respiração, a saúde mental, emocional e até o sistema endócrino. No entanto, além desses, as funções cardiovasculares também são melhoradas por essa prática.

Ainda, pessoas mais ativas apresentam maiores taxas de sobrevida e menor incidência de cardiopatias. Isso porque o exercício físico habilita diferentes mecanismos que são responsáveis pela proteção do coração e pelo controle dos fatores de risco de diversas doenças.

Em contraponto à prática de exercícios físicos, o sedentarismo é fator de risco preponderante em grande parte dos casos de doenças cardiovasculares, como infartos e AVCs. Por isso, recomenda-se a prática de, pelo menos, 150 minutos por semana, idealmente distribuídos em 3 ou mais dias.

Quais são os benefícios da prática de atividades físicas para o corpo?

Fazer atividade física traz inúmeros benefícios para o organismo, reduzindo consideravelmente a suscetibilidade de uma pessoa a um grande grupo de patologias. Dentre os principais benefícios, podemos citar:

  • redução dos riscos de cardiopatias e estresse: praticantes de atividades físicas regulares apresentam diminuição no risco cardiovascular em razão da redução dos níveis de glicemia e das taxas de colesterol LDL(colesterol “ruim”), podendo aumentar o colesterol HDL(colesterol “bom”), acelerando o metabolismo e ganhando massa magra;
  • promoção do bem-estar e de felicidade: os exercícios liberam hormônios responsáveis pelo bem-estar, como a endorfina;
  • melhora da autoestima: não só pela liberação de endorfina, mas a autoestima é melhorada em função dos resultados físicos que essa prática pode trazer, principalmente para quem está acima do peso;
  • fortalecimento do sistema imunológico: ao manter uma rotina de atividades físicas, o sistema imunológico passa a ser beneficiado, reduzindo os riscos de contrair doenças e inflamações.

Quais são os exercícios mais indicados para o coração?

Toda atividade física impacta positivamente na função cardíaca, melhorando o seu funcionamento. Porém, os exercícios aeróbicos se destacam, assim como o a musculação e o alongamento. Então, caminhadas, corridas, ciclismo e natação são práticas muito indicadas para melhorar a capacidade cardiovascular.

No entanto, ao iniciar uma nova atividade física, é importante que haja um processo gradual de evolução em relação à duração, intensidade e frequência dos exercícios, principalmente se você possui um estilo de vida sedentário.

Ainda, para quem tem alguma condição de saúde que exige atenção, recomenda-se realizar uma avaliação médica antes de começar a se exercitar. Geralmente, é o cardiologista quem faz essa análise das condições clínicas.

Enfim, o importante é manter-se ativo, inserindo a prática de exercícios físicos na sua rotina. Assim, além de melhorar o funcionamento do coração, você o mantém protegido e reduz o risco de doenças cardiovasculares. Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cardiologista em Uberlândia.

Qual a relação entre a prática de atividade física e o coração?

Os benefícios dos exercícios físicos para o corpo já são conhecidos pela população, pois, melhoram a respiração, a saúde mental, emocional e até o sistema endócrino. No entanto, além desses, as funções cardiovasculares também são melhoradas por essa prática.

Ainda, pessoas mais ativas apresentam maiores taxas de sobrevida e menor incidência de cardiopatias. Isso porque o exercício físico habilita diferentes mecanismos fisiopatológicos que são responsáveis pela proteção do coração e pelo controle dos fatores de risco de diversas doenças.

Em contraponto à prática de exercícios físicos, o sedentarismo é fator de risco preponderante em grande parte dos casos de doenças cardiovasculares, como infartos e AVCs. Por isso, recomenda-se a prática de, pelo menos, 150 minutos por semana de exercícios de intensidade moderada.

Quais são os benefícios da prática de atividades físicas para o corpo?

Fazer atividade física traz inúmeros benefícios para o organismo, reduzindo consideravelmente a suscetibilidade de uma pessoa a um grande grupo de patologias. Dentre os principais benefícios, podemos citar:

  • redução dos riscos de cardiopatias e estresse: praticantes de atividades físicas regulares apresentam diminuição no risco cardiovascular em razão da redução das taxas de colestrol LDL e dos níveis de glicemia, acelerando o metabolismo e ganhando massa magra;
  • promoção do bem-estar e de felicidade: os exercícios liberam hormônios responsáveis pelo bem-estar, como a endorfina;
  • melhora da autoestima: não só pela liberação de endorfina, mas a autoestima é melhorada em função dos resultados físicos que essa prática pode trazer, principalmente para quem está acima do peso;
  • fortalecimento do sistema imunológico: ao manter uma rotina de atividades físicas, o sistema imunológico passa a ser beneficiado, reduzindo os riscos de contrair doenças e inflamações.

Quais são os exercícios mais indicados para o coração?

Toda atividade física impacta positivamente na função cardíaca, melhorando o seu funcionamento. Porém, os exercícios aeróbicos se destacam, assim como o a musculação e o alongamento. Então, caminhadas, corridas, ciclismo e natação são práticas muito indicadas para melhorar a capacidade cardiovascular.

No entanto, ao iniciar uma nova atividade física, é importante que haja um processo gradual de evolução em relação à duração, intensidade e frequência dos exercícios, principalmente se você possui um estilo de vida sedentário.

Ainda, para quem tem alguma condição de saúde que exige atenção, recomenda-se realizar uma avaliação médica antes de começar a se exercitar. Geralmente, é o cardiologista quem faz essa análise das condições clínicas.

Enfim, o importante é manter-se ativo, inserindo a prática de exercícios físicos na sua rotina. Assim, além de melhorar o funcionamento do coração, você o mantém protegido e afasta o risco de doenças cardiovasculares.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cardiologista em Uberlândia

Posted by Dr. André Navarro in Todos