saúde do coração

5 práticas para manter a saúde do coração

5 práticas para manter a saúde do coração

De acordo com índices divulgados pela OMS (Organização Mundial de Saúde), mais de 30 milhões de brasileiros sofrem com hipertensão e quase a metade nunca foram devidamente diagnosticados. Essa é uma situação que pode ser evitada se os cuidados com a saúde do coração começarem desde cedo. O número de óbitos, devido a doenças cardiovasculares, tem aumentado constantemente no país. Hoje, as enfermidades do coração são responsáveis por cerca de 30% de todas as mortes no Brasil. O sedentarismo e o sobrepeso são os principais fatores de risco. A falta de atividade física contribui, sobretudo, para o acúmulo de gordura corporal. Com o excesso de peso, a gordura começa a se acumular no organismo, sobrecarregando o funcionamento de órgãos vitais, como o coração. Ao pensar em cuidar da saúde do coração, o primeiro caminho é manter os fatores de risco sob controle. Além do sedentarismo e obesidade, ainda há alguns hábitos pouco saudáveis que precisam ser atenuados. Neste post, conheceremos 5 práticas que ajudam a manter o coração saudável e devem ser seguidas desde cedo. Confira!

Como manter a saúde do coração

1. Mantenha o peso controlado

O excesso de peso traz consigo consequências graves para a saúde de um modo geral. Além de ser diretamente ligada a casos de doenças cardiovasculares, ainda contribui para a diabetes tipo 2 e problemas ortopédicos. Ainda, favorece o acúmulo de gordura nas artérias e órgãos vitais, como fígado. O metabolismo do colesterol fica prejudicado, assim como a circulação sanguínea, essencial para o funcionamento adequado de todos os sistemas do corpo humano.

2. Pratique atividades físicas regulares

Exercícios físicos atuam positivamente no controle dos níveis de colesterol e açúcar no sangue. Além disso, auxiliam para manter a pressão arterial nos níveis considerados saudáveis. Acredita-se que os estímulos causados pelo movimento ajudam a limpar as células do corpo, facilitam a circulação do oxigênio e o funcionamento do sistema linfático. A indicação é que seja realizado, pelo menos, 30 minutos de atividades físicas por dia. Entretanto, é necessário consultar um profissional da saúde antes de começar a prática para receber as indicações corretas.

3. Tenha atenção com a alimentação

Alimentação saudável é imprescindível, tanto para manter a saúde do coração quanto do organismo como um todo. A dica é optar por alimentos ricos em gorduras do bem, como o abacate, azeite e amendoim. Folhas, legumes e frutas também são muito importantes para o cardápio, pois contêm altos teores de vitaminas e minerais que fortalecem o organismo e ajudam no combate à obesidade. Ainda, alimentos que contêm fibras, contribuem para manter a saciedade por mais tempo, logo, são importantes aliados no controle do peso.

4. Consulte o cardiologista com frequência

Se engana quem acha que visitas ao cardiologista precisam ser feitas apenas quando já existe algum problema no coração. Algumas doenças cardiovasculares não apresentam sintomas no início e, quando aparecem, o quadro nem sempre pode ser reversível. Esse é o caso da dislipidemia, que aumenta consideravelmente o risco de obstrução das artérias, levando ao infarto do miocárdio. Lembre-se que, check-ups frequentes previnem o surgimento de doenças e ajudam a diagnosticar outras precocemente, evitando complicações.

5. Siga hábitos de vida saudável

O excesso de fast food e comidas extremamente industrializadas desestabilizam todo o funcionamento do organismo. Esse tipo de alimento possui quantidades desnecessárias de açúcar, sal e conservantes. Além disso, exagerar no consumo de álcool, além de lesar o fígado, pode causar insuficiência cardíaca. O etanol, presente nas bebidas alcoólicas, está diretamente associado ao bloqueio das artérias e ao surgimento de doenças como arritmia e miocardiopatia alcoólica. Por último, mas não menos importante, para manter a saúde do coração, evite o tabagismo. As substâncias presentes no cigarro sobrecarregam o funcionamento do órgão e promove o estreitamento das artérias. Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cardiologista em Uberlândia.
Posted by Dr. André Navarro in Todos